sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

I've been working from 7 to 11 every night

Eu respiro música, mesmo. Quando não estou vendo-ouvindo-tocando estou marcando tempo com as mãos, pernas, pés ou mesmo com a mandíbula (tique que a minha família não se farta de rir a respeito). A minha relação com a música é um negócio muito louco. Então eu sou daqueles que, em determinado período, tem uma música que resumo o estado de espírito deste período em particular. Seja pelo ritmo, pela letra, ou ambos. "I Just Wanna Have Something To Do" e "Cretin Hop", dos Ramones. "Fell On Black Days", Soundgarden. Um monte dos Beatles ("She's So Heavy", "Tomorrow Never Knows", "Loser"), dos Stones ("Can You Hear Me Knocking", "Monlight Mile", "Tumbling Dice", "Love In Vain", "Stray Cat Blues"). Nacionais também, "Carne de Pescoço", do Barão. "Diversão", dos Titãs. Até Engenheiros ("Desde Quando", "Nunca Se Sabe"). Paralamas ("Quase Um Segundo")... enfim, a lista é longa. Dá pra escrever a minha biografia só por esses sons.

Então rola que eu sou um (cada dia mais) apaixonado por blues e tenho trabalhado pra caramba e adoro Led Zep - que já foi minha obcessão com "In My Time Of Dying", "In The Light", "How Many More Times", "Rain Song", etc. A bola da vez é a estupenda "Since I've Been Loving You". E merece um post pq poucas vezes o ritmo E a letra resumiram tão bem meu estado de espírito. Claro, não toda letra pq, quero crer, não tenho sido, creio, "o melhor dos idiotas", que é enganado pela mulher que "não me quer nenhum bem". Sigamos.

Primeiro, um puta blues marcado, lento, sofrido mesmo. Exalando sexo, até mesmo pela performance da banda (o Zep era uma das bandas mais sexuais, no sentido heterossexual da coisa). E uma letra que fala de um cara que não tem tempo pra nada, que trabalha pra cacete (das 07 às 11!) e sofre com essa história toda, pq não vê muita saída não. Pois então, caríssimos, eis o roteiro do meu longa metragem que deu origem à série. Tenho trabalhado ("trabalhado não: dado aula"), basicamente, das 07h às 22h30, até chegar em casa dá 23h - ou seja, I've been working from seven to eleven every night. And it really makes life a drag - I don't think thats right... Vamos à letra:

"Since I've Been Loving You"
(Page / Plant / Jones)

I've been working from seven to eleven every night,
It really makes life a drag, I don't think that's right.
I've really, really been the best of fools, I did what I could. '
Cause I love you, baby, How I love you, darling, How I love you, baby, How I love you, girl, little girl.

But baby, Since I've Been Loving You.
I'm about to lose my worried mind, oh, yeah.
Everybody trying to tell me that you didn't mean me no good.
I've been trying, Lord, let me tell you, Let me tell you I really did the best I could.

I've been working from seven to eleven every night,
I said It kinda makes my life a drag. Lord, that ain't right...

Since I've Been Loving You,
I'm about to lose my worried mind.

Said I've been crying, my tears they fell like rain,
Don't you hear, Don't you hear them falling, Don't you hear, Don't you hear them falling.

Do you remember mama, when I knocked upon your door?
I said you had the nerve to tell me you didn't want me no more, yeah
I open my front door, hear my back door slam,
You must have one of them new fangled back door man.

I've been working from seven, seven, seven, to eleven every night,
It kinda makes my life a drag...

Baby, Since I've Been Loving You,
I'm about to lose, I'm about lose to my worried mind.

Vou traduzir com tempo - agora tenho que voltar pra sala de aula, oh good lord... mas não deixo vcs na mão: segue a versão de 73, deliciosa.

Marcadores: , , , ,

2 Comentários:

Às 11 de dezembro de 2009 12:46 , Anonymous Anônimo disse...

Q música linda, q guitarra f#da!

 
Às 14 de dezembro de 2009 06:39 , Anonymous Anônimo disse...

Zeppelin eh mto fooooooooodaaaaa

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial

Desenvolvimento de sites
Desenvolvimento de sites